Victoria´s Secret: A história

Uma história de sucesso

A Victoria´s Secret é um verdadeiro fenómeno!!! 
Todos conhecem a marca de lingerie, (em especial os homens, que são aficionados dos desfiles, estranho..ehehehe) que foi fundada em 1977 por Roy Raymond.
A ideia base foi tornar mais fácil para os homens a compra de lingerie através da venda por catálogo (um sucesso até hoje) e criando espaços com decoração acolhedora.




Actualmente, além de lingerie, a marca vende roupa para mulher (beachwear, sportswear, sleepwear) e produtos de beleza, como cremes, maquilhagem e perfumes (todos com aromas intensos e marcantes). 





Alguns factos: 

-A Victoria´s Secret, é a maior rede de lojas especializadas em lingerie e sleepwear nos Estados Unidos, tem mais de mil lojas no país e possui ainda outras 100 lojas da Victoria´s Secret beauty, que vende exclusivamente produtos de beleza.
-Todos os anos são impressos e distribuídos cerca de 400 milhões dos famosos catálogos da marca. 
-Dos 20 perfumes mais vendidos nos Estados Unidos, cinco são da marca, entre eles está o Dream Angels, perfume líder de vendas.

Além da marca ser reconhecida pela venda por catálogo, é sobretudo famosa pelo anual Victoria´s Secret Fashion Show e por ter desenvolvido o conceito de "sexy underwear as fashion". O primeiro desfile foi em 1995 e a imprensa fez criticas fantásticas, descrevendo-o como o "evento do século de lingerie".

As modelos, que em 1997 participaram na campanha publicitária para a linha "The Angels", ficaram cada vez mais populares, e a marca passou a usá-las em várias campanhas. Os anjos originais foram: Helena Christensen, Karen Mulder, Daniela Pestova, Stephanie Seymour e Tyra Banks.




As campanhas eram bem mais "discretas" nos anos 90!

Nos dias de hoje:



Crédito Fotos: Zimbio, Victoria´s Secret, Getting Social,Enstarz, White Orchids





3 comentários:

  1. E esteve quase falida, uns anos depois de ter lançado o negócio. Teve de ser vendida e mudada a estratégia de marketing, tendo como alvo já não o público masculino. O target deixou de ser o homem que queria comprar lingerie para a mulher para passar a ser ela própria. Houve ainda uns problemas de linha a resolver, já que durante uns tempos a qualidade dos tecidos e a finalização deixavam muito a desejar.
    Mas tudo isso mudou e hoje é um sucesso. Os desfiles catapultaram a marca.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns!Tema muito bem desenvolvido sem ser longo demais . Com factos interessantes e fotos lindas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitooooo obrigada, fico feliz que tenha gostado;-)))beijinho

      Eliminar